Estratégias para construir um Branding de Sucesso

Pera! Mas o que é branding, afinal?

Em poucas palavras, podemos definir branding como o processo de gestão de uma marca. Ilude-se quem acha que se trata exclusivamente de identidade visual. Na verdade, nome, marca, fonte ou logotipo são a ponta do iceberg. Eles são apenas a proa que guia a empresa para dentro do mercado. O branding é a construção e a manutenção de uma identidade. Por isso, é tão importante pensar estrategicamente sobre o foco da empresa, a quem queremos atingir e inspirar. Vai além de pensar em personas; trata-se de construir uma personalidade complexa, com posicionamentos e ideais. Não é à toa que atualmente muitas empresas estão trabalhando com assistentes virtuais nas redes sociais.

Branding também é um processo de humanizar a marca. É pensar em estratégias de como fazer com que as pessoas se apaixonem, se inspirem, e, assim, reconhecerem a marca. Quando a marca é reconhecida, vira estilo de vida. O sonho de toda marca é virar uma Ivy Park ou uma Lacoste.

Branding não é algo que se restringe apenas a grandes empresas. Pequenas e médias podem (e devem) pensar em estratégias para obter sucesso e destaque no tão disputado mercado.

Olho no olho, branding é sobre ser acessível.

Branding é sobre ser estratégico. E, nisso, podemos englobar a missão, os valores e as formas de se comunicar com o consumidor. Nesse ponto, pensamos em como a empresa é vista e reconhecida. Um exemplo a ser destacado é a rede de lojas de varejo Magazine Luiza (ou Magalu, apelido criado para a marca com o objetivo de aproximação de clientes – faz parte do contexto de humanização que falamos há pouco). Várias pessoas podem nem lembrar como é o logotipo da Magazine Luiza, mas lembram da Magalu ou dos posicionamentos da CEO da empresa, Luiza Trajano, como exemplo de empresária e pessoa influente.

Um ponto que se destaca é a forma como a marca se comunica nas redes sociais. A maneira orgânica e inteligente de utilizar o twitter gera paixão e engajamento. Há usuários que compram na Magalu por conta justamente da forma como a marca se porta nas redes sociais: próxima, divertida e atenciosa. Pequenas e médias empresas também podem e devem adotar estratégias para se tornarem mais acessíveis ao seu público. E, assim, fazer as pessoas se apaixonarem.

Nesse exemplo da Magalu, podemos dizer que as pessoas se apaixonam pela marca. É preciso dar um rosto e uma personalidade para que as pessoas se identifiquem. A Magalu tem uma assistente virtual chamada Lu. Ela vai além de uma figura que responde nas redes sociais, ela é a garota-propaganda, o rosto e a voz. A pessoa pode não lembrar do logotipo da Magazine Luiza, mas lembra da Lu. A marca deixa de ser uma figura distante e inacessível; ela se torna humana, próxima e acolhedora.

Marcas distantes e inacessíveis estão fadadas ao esquecimento neste mundo de redes sociais, onde boa parte das pessoas exige mais firmeza nos posicionamentos.

Militei Toda! Branding é sobre ter compromisso social também.

Outro ponto importante no branding que deve ser pensado: lembrar que marcas precisam ter compromisso social. E isso é essencial em um mundo de redes sociais e “cancelamentos”. Muitas marcas foram “canceladas” e tiveram problemas para “limpar” o seu nome nas redes. Tudo é muito mais rápido, portanto é preciso estar preparado para se posicionar, seja positivamente ou seja para se justificar, em gerenciamento de crise, após algum eventual deslize.

Já que estamos usando a Magalu como exemplo, vamos até o fim. Ela é uma empresa que se posiciona firme sobre diversas causas sociais, como a luta contra o racismo, contra a LGBTfobia ou por melhores condições da mulher no mercado. Diferente de outras marcas, ela tornou isso parte de sua personalidade e virou uma referência de como se posicionar.

Recentemente, a Magalu lançou um programa de trainee exclusivo para pessoas negras, garantindo a inserção dessas pessoas em cargos de liderança. Em uma sacada revolucionária, que trouxe à luz muito debate sobre o tema, os nomes Magazine Luiza e Magalu foram parar nos trending topcs, virando pauta em diversos veículos de imprensa.

Esse posicionamento agregou muito à marca. Inclusive, muitos consumidores optam por comprar ou não de determinada empresa a partir de seu posicionamento. Para sobreviver no mundo das redes sociais, as marcas precisam aprender a como se posicionar.

“Somos responsáveis por quem selecionamos e promovemos. Claramente, se temos 53% da equipe negra e parda e só 16% de negros e pardos em cargos de liderança, há um problema para resolver com uma ação concreta”, disse aos meios de comunicação Frederico Trajano, presidente da Magazine Luiza.

Com ou sem pôr do sol,
Branding é sobre gerar conexão emocional.

Branding é o que traz a conexão emocional. Já pensou o porquê da Coca-Cola ainda vender tanto, mesmo com a quantidade de pessoas discutindo hábitos mais saudáveis? Ou o porquê do refrigerante de caju São Geraldo ultrapassar, no Ceará, em número de vendas, outras tantas marcas mais reconhecidas mundialmente? Os dois casos envolvem memória afetiva. Todo mundo lembra da Coca-Cola na ceia de Natal ou do comercial com os caminhões luminosos. São as memórias que movem o ser humano. Somos caixinhas de memória. Branding é sobre criar momentos gostosos e lembranças deliciosas. É sobre marcar a vida das pessoas. Em tempos de redes sociais, ou você marca e nos apaixona ou você é esquecido enquanto rolamos para o próximo storie.

Por fim, Branding é sobre vender momentos e experiências marcantes. Sabe aquela viagem maravilhosa que fizemos há dez anos e que a gente nunca esqueceu? Como tornar a sua marca esta viagem inesquecível? Uma valiosa dica é saber qual o seu público e pensar como podemos emocioná-lo.

Inscreva-se e receba todas as novidades da AND

Receba as atualizações e aprenda com o nosso time

Blog Content

Confira outras matérias do Blog AND.

Marketing de Conteúdo

Importância da Otimização de Sites

Atualmente, vivemos na era da informação, cuja principal característica é a velocidade em conseguir e gerar resultados. Com o advento da internet, criada em meados do século XX, as principais fontes de visibilidade para as empresas tornaram-se on-line, sobretudo através de sites.

Leia mais »
Arte e Cultura

Pixel e Tinta

Há muito tempo, o homem nutre um desejo de imortalizar a sua imagem: estátuas, desenhos, pinturas são artefatos que ilustrem uma verdade adornada, manipulada de acordo com os interesses da época e de seus líderes.

Leia mais »

COMPARTILHE

Construindo marcas de sucesso: A jornada do branding direcionado

Você já se pegou pensando na diferença entre marketing e branding? Ambos são conceitos fundamentais para qualquer negócio, mas compreender suas distinções pode ser a chave para o sucesso. Neste artigo, vamos explorar essa questão intrigante e mergulhar no universo do marketing e do branding. Está pronto para descobrir como eles se entrelaçam e se complementam?

Leia mais

Marketing e Branding: Descubra como os dois formam uma parceria poderosa para o sucesso empresarial

Você já se pegou pensando na diferença entre marketing e branding? Ambos são conceitos fundamentais para qualquer negócio, mas compreender suas distinções pode ser a chave para o sucesso. Neste artigo, vamos explorar essa questão intrigante e mergulhar no universo do marketing e do branding. Está pronto para descobrir como eles se entrelaçam e se complementam?

Leia mais

Inscreva-se e receba todas as novidades da Agência Nove Dois

Receba as atualizações e aprenda com o nosso time

Increva-se em nossa lista de transmissão e fique ligado em todas as novidades.

Copyright 2024 © All rights Reserved. Developed by Agência Nove Dois